sábado, 26 de novembro de 2016

Insana Romancista.

Escrito ao som da música "Lie" do Rapper Coreano Mad Clown com o Feat de Lee Haeri <3



" Eu sempre fui assim,tão cheia de defeitos..sabe ontem à noite me disseram que eu não tenho concerto.

Daquelas que é feita de exageros,sonha tanto que vive com os pés acima do chão e a mente na nuvens,sente demais,possui dentro de si sentimentos tão intensos,do tipo que não consegue deixar de ser fantasiosa em seu próprio mundo e se recusa a viver por inteira na realidade.

Alinho essas palavras escritas enquanto penso o quando já paguei por este meu jeito de viver,porque nem todos sabem lidar com a intensidade,enquanto eu transformo os pequenos momentos em grandes cenas outros levam tudo na simples leveza do instante ou numa brincadeira qualquer.

Desculpa,eu não sei brincar muito,porque quando acho que estou apenas jogando meu coração começa levar tudo muito a sério..Mas não me culpo mais. Apenas aceito ser essa eterna e louca romancista,perdida no meio de  pessoas cheias de sanidade eu sou aquela insana apaixonada,entre tantas almas frias serei aquela que incendia emoções,porque não me encaixo nos inúmeros amores de curta validade.

Não nego..às vezes chega a ser cansativo ser assim,me xingar por ser dessa maneira acontece diariamente,enquanto rio ou apenas balanço a cabeça negativamente pelas milhões de fantasias desnecessárias  que minha mente cria.

Me lembro das noites embebedando me para mais uma vez tentar esquecer aquele nome proibido,o garoto que não vale a pena,quantas vezes já estive  quebradas em pedaços por coisas tão insignificantes? 

Mas sabe,já não vejo isso somente pela visão ruim..gosto de sorrir boba lembrando por quantas vezes me arrisquei em pequenas paixões  incertas,o quanto aprendi,são muitas histórias a ser ditas.

Num dias desses encontrei do outro lado do balcão do bar aquela pessoa que partiu meu coração em abril desse ano,que ignorou minha ultima mensagem de " desculpas " ..aquele que eu tentei tanto evitar ver cara a cara,no qual parei até de ir a lugares que sabia que iria encontrá-lo.

No instante que o vi ali,pensei que já teria minha madrugada estragada,sussurrei um "droga" a mim mesma e contei tudo a uma amiga que junto estava.

Cheguei a imaginar o que ele sentiria ao ver me em sua frente depois de 6 meses..Mas acabei apenas rindo quando ela disse me que aquela tal pessoa não parava de direcionar seu olhar a mim. 

Por fim às horas passavam,já não importava,nem doía.

Pois como a vida gosta de sacanagens,logo depois  entre a multidão me deparo com aquele outro garoto que não saia da minha mente ultimamente..fora somente um beijo na bochecha de cumprimento e um levíssimo abraço de 2 segundos.

Ele sumira entre todos,na companhia de seus amigos..nunca fôramos tão íntimos,talvez minha presença não fizesse tanta diferença..suspirei. 

O encontro do fim de um ciclo com um outro início..de nada adiantaria bufar ou questionar o porque de tudo ser assim..tudo bem,poderia ser somente coincidências,ou nada tão fora do comum.

Simplesmente a vida seguindo,e duas pessoas vivendo seus finais de semana.

Veja só..mas minha mente insistirá em criar acasos do destino,alegando ter um motivo de exatamente aquelas 2 pessoas estarem ali.

Mas ao final já não persisto em lutar contra isso..há coisas dentro de nós que jamais irão mudar,por mais que aprendemos a esconder melhor dos olhos a nossa volta. 

Então apenas deixo me admitir,ser uma amante dos romances tão cheia de sonhos..deixo a vida me levar como quem relaxa nas águas do mar e já não insiste em nadar contra a maré e acabar por se afogar.. "


Ps: Deixo por fim para representar este texto um beijo entre a Harley e seu amado Joker..pois apesar das traições,e de tantos apesares,Harley nunca conseguiu deixar de lado essa sua paixão,ela não foi capaz de passar por cima de seus sentimentos que sempre foram mais fortes que a própria  e seguir a vida..o que por parte a torna uma insana romancista.



Nenhum comentário:

Postar um comentário