quarta-feira, 4 de maio de 2016

Obrigada.


" Posso emprestar seu chuveiro? "

" Fique a vontade. Tem toalha pendurada naquela cadeira ali. "

" Obrigada "

Uma noite a sós,você e eu. Eu e você em seu apartamento.

Aquele amigo que eu sempre cultivei sentimentos proibidos,a mais não qual eu não poderia. Até porque eu não poderia me apegar a ti certo? não seríamos nada a mais que somente amigos não é?

Dizia você a mim. 

Meu coração e corpo construíram uma dependência ilegal por você,na qual deixam meus dias incompletos se meu celular deixar de  vibrar com uma mensagem sua. 

Na qual enlouquece me  sempre de saudade,deixando me a imaginar que eu não fosse tão importante quanto às "outras" em sua vida. 

Um enorme ciúmes sem sentido..eu não poderia sentir isso pois nunca teremos um relacionamento sério..certo?

Mas tudo bem. Eu sei cobrir isso,sei disfarçar como ninguém que tudo está em seu lugar.

Pois perder a  amizade era o que eu menos queria,mesmo que apenas como amigos,eu ainda poderia ter te ao meu lado..nossas longas conversas de todos os tipos,seus convites inesperados a todos momento.

" vamos beber amanhã? "

" vem até minha casa para comermos? "

Aceitei sem hesitar. Pois sua companhia era o que eu queria,e amigos não fazem nada demais a sós não é mesmo?

Tentei acalmar me ao lembrar que estava tirando todas as minhas roupas e prestes a adentrar o chuveiro na casa de um homem.

Fechei a porta,deixando que a água morna percorresse todo meu corpo enquanto aos poucos ensaboava todas aa regiões,sentindo me leve e relaxada ao constatar um aroma de limpeza e rosas impregnar o ambiente.

Tentei ao máximo concentrar me em tirar de mim o cansaço acumulado e as impurezas da cidade grande.

Mas fora impossível não imaginar como seriam seus dedos percorrendo cada pedaço de minha silhueta,seus lábios aos quais sempre foram tão atraentes a mim,encontrando se aos meus numa melodia lenta e deliciosa.

Seu aroma adocicado se prendendo a minha pele debaixo do chuveiro que aqueceriam nossos corpos nus.

Quando dei me por conta permanecia com os olhos fechados,meu corpo deveria já se encontrar sem vestígios de sabão pelo longo tempo ao qual permaneci viajando em sua companhia ali ao meu lado.

Abri meus olhos bem devagar (...)

Colei minhas costas brutalmente ao sentir sua presença em minha frente.

Minhas pernas tremeram,meus olhos percorreram os seus ,que observavam me por inteira dando me arrepios pela intensidade com que percorriam me por inteira.


      " O-que?! ...está brincando comigo agora? sempre achei que não teríamos nada .. "


Seu sorriso,daqueles alinhados e mais perfeito tirou me do sério,e naquele momento eu esqueci de tudo..apenas fechando novamente os olhos ao sentir sua boca sobre a minha ...

-----

Despertei na madrugada,onde me encontrava assustada e sentada em minha cama,o mesmo quarto de todos os dias..você não estava ali,então voltei me a realidade das algumas semana em que você ignorava minha ultima mensagem,havia esquecido de minha existência e já outro alguém ocupava seu tempo. 

Suas brincadeiras,telefonemas,enormes conversas,promessas,convites podem até me fazer falta.

Mas sei que assim melhor será,você nunca mereceu meus melhores sorrisos,minhas declarações,o tempo gastado,minhas confissões e nem nada que viesse de mim. 
          
Se o amor próprio tem de vir sempre à frente,então digo quanta sorte teve você de conhecer meu mundo e minhas partes mais profundas (...)

Você é aquele instante de felicidade que veio apenas para me mostrar qual caminho não seguir.

Então..obrigada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário