segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Eu sempre quis.


Do alto da roda gigante movendo-se lentamente,observávamos os fogos de artifícios que brilhavam ao longo de todo o parque iluminado,e montanhas que pareciam alcançar as estrelas no imenso azul da noite. 
Ele em meu colo,meus dedos faziam cafuné  nos macios fios castanhos dele,nossas mãos entrelaçadas..
O conforto em estar assim com quem eu mais gostava,parecia irreal no meio de tantas coisas que eu  apenas sonhava,e estavam um tanto distante de acontecerem. Nunca deixei de acreditar em histórias felizes e a tal da " pessoa certa ",só aparentavam levar uma longa caminhada de experiências e tempo para  chegarem.
E realmente levavam..abri meus olhos a caminho da escola,saber que toda a cena não acontecia no exato instante não deixava me triste,afinal ainda creio em tudo que eu disse anteriormente. 
Deixar ir embora quem nada pode nos acrescentar é como  libertar o coração e a mente a novas histórias  e planos, sempre faz bem,mas antes disso tudo só queria lhe dizer que..
eu sempre quis: ser o seu porto seguro quando tudo parecesse difícil demais,meu abraço ser aquele que você mais desejaria nos dias de inverno,ter seus braços sobre meu corpo a qualquer hora,tornar-se única a ocupar o melhor lugar em seu coração,nos seus pensamentos.
Desejei por tantas noites,ser aquela que você sentiria vontade de conversar a qualquer hora,ter por perto a todo segundo,alguém que te arrancaria suspiros de saudades,de querer ver me.
Eu queria poder te fazer rir,daqueles mais sinceros sorrisos vindos de dentro,das mais longas risadas que temos na companhia de alguém especial,construir pequenos momentos inesquecíveis.
Passar próxima de ti  tardes na praia durante o verão,noites da cidade iluminada no inverno,deitar-se na grama rodeada de flores na primavera,observar as cores das folhas caindo no outono.
Mas oque eu mais queria,era te fazer feliz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário