quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Em um sonho.



Corremos de mãos dadas,fugindo talvez daquela rotina comum,dos olhares pessoais que pareciam nos julgar sempre,ele pega as chaves,entramos no carro por uma fuga romântica sem roteiro ou lugar certo.
Estávamos no meio do verão na época mais quente,saímos pulando como crianças felizes pela grama de um parque a beira do mar.
  Meus sorrisos eram  infinitos estando com ele,tudo  ficava  leve e mágico,sentir seus braços ao redor de minha cintura em um abraço apertado,soava como a melhor sensação do planeta,seus atos me transmitiam proteção e amor.
Sua vontade em beijar me a cada instante,em aproximar meu corpo ao dele,parecia querer provar a mim que ele realmente me desejava todos os dias.
Na hora em que a noite se aproximava,levou me a um restaurante repleto de decorações a luzes,que se assemelhavam a vagalumes.
Tudo era perfeito,até o momento de eu acordar e ver que não passava de um sonho...
Levantei da cama para arrumar me,e quando vou arrumar os lençóis..
Mas oque ele fazia deitado ali? " os céus " haviam realizado oque eu tanto esperava acontecer?

- Já se esqueceu que agora você é minha?

Muito embriaga estava ontem,para me lembrar que ele havia confessado sua paixão a mim.

- Só serei sua de verdade se me levar naquele parque perto da praia,que havia prometido.

- Ah é? venha aqui então.

Ele me pega em seus braços,e caímos em gargalhadas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário