quinta-feira, 3 de julho de 2014

Apaixonada.



Acordei inconsciente dentro de um carro sem meu controle.
O desespero tomou conta quando o penhasco ficava próximo,e o freio não funcionava.
  Gritava alto em forma de perdir ajuda,mas ninguém aparecia,o fim de minha vida parecia chegar enquanto a estrada acabava,fechei meus olhos para um " Adeus " provável..
    Uma luz fez com que eu abrisse os olhos ,mas eu estava sendo carregada nos braços dele em algum lugar diferente.
Em volta as pétalas das cerejeiras caiam sobre o chão,som das águas correntes no rio vinham aos meus ouvidos,a luz do sol trazia o ar da manhã,e o calor proveniente dele me fazia sentir se confortável e protegida.
Quando chegamos a uma casa,ele gentilmente me pôs no sofá,lentamente beijou me,pegou minhas mãos,e olhou para mim.


  - Você esta bem amor?

  - Corta! Ótimo trabalho pessoal,vamos fazer uma pausa agora.

Havia esquecido completamente daquilo tudo  ser uma encenação,talvez ele fizera apenas seu trabalho,e eu também. Mas sei que meus sentimentos eram verdadeiros,e eu era apaixonada por ele desde nossa primeira vez juntos no cenário.

- Ei! Vamos almoçar naquele lugar de sempre?

E ele me conquista mais a cada dia que se vai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário