quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Fácilmente.

Então lá vem ele,andando assim,boné de lado,e aquele seu sorriso.
Nossos olhares se cruzam e minha vontade é de chegar mais perto.
As horas passam,e enquanto você conversa com seus amigos eu continuo desejando estar a sós contigo,e poder te ter só para mim.
Mas talvez você não me queira tanto assim,e talvez eu seja a única a esperar uma mensagem sua todos os dias.
Não te peço nada,nem te culpo de nada.
Afinal,errada fui eu,de ter se entregado tão facilmente a você.


Nenhum comentário:

Postar um comentário