sábado, 13 de abril de 2013

Presa a você.

Você me faz perder o controle. Um calor se espalha pelo meu corpo inteiro com apenas um toque seu.
Quase perco o fôlego quando sinto seus lábios se aproximarem dos meus.
Mas hoje não,você não vai me usar como um passatempo seu.
Pensava ela,segurando seu celular que vibra com as mensagens dele:

- Onde está?

- Estou te esperando,naquele mesmo lugar,o nosso lugar.

Hoje vou ser fria. Usa-lo,e depois larga-lo como faz comigo todas as vezes.
Planejava ela,respondendo as mensagens:

- Estou indo.

- Amor..

Ela desceu do Táxi,vendo ele se aproximar,com aqueles mesmos cabelos castanhos de sempre,olhos cinzas,um sorriso sensual e hipnotizante,sua camisa larga combinava com a Calça preta.

- Venha comigo,quero te mostrar uma coisa.

Ele me puxa e entrelaça seus dedos
entre os meus.

- Para você.

Diz ele,enquanto me entrega um buquê de rosas.

- São lindas!

Digo eu,sem conseguir conter a felicidade,ao receber o presente.

- Não acha que mereço algo em troca?

Diz ele,sorrindo e me puxando para mais perto.

- Oque deseja?

Digo eu,como se ele pudesse fazer de mim oque quiser.

Ele entrelaça os seus dedos nas minhas mãos e se inclina para me beijar.
Sinto um calor delicioso,se espalhar,e sinto vontade de nunca mais sair de perto dele,e ficar entre os seus largos braços o dia todo.

- Vamos subir para o meu quarto.

Sussurra ele em meus ouvidos,com um tom de malícia,mas sei que vamos apenas conversar,não sou louca a ponto,de deixar acontecer mais do que deve.

Me sento no sofá branco,me sentindo confortável,e ele traz chocolates quentes.

- Me lembro da primeira vez que te vi.
Naquela época eu queria conquistar "todas",mas nunca conseguia conquistar você,você era diferente.

Ele senta ao meu lado,colocando seus braços em minha volta.

- Preciso ir embora.

Na verdade nem tinha necessidade,mas eu sei que devia,queria ser fria,como ele
fez muitas vezes comigo,indo embora e me deixando sozinha.

- Sei oque está pensando. Não vou mais ser assim,prometo estar ao seu lado,não tente se vingar de mim,preciso de você aqui.

- Estou falando sério,me solte.

- Eu também não estou brincando.

Tentei me levantar,mas ele me impediu,me puxando de volta.

- Não me deixe aqui,só você me faz tão bem assim.

- Mentira,há muitas garotas te querendo,elas podem te satisfazer também.

- Você é insubistítuivel.

Não consegui resistir.
Não importa quanto eu tentasse te deixar,eu acabava voltando para você,sentindo falta daquela sensação de carinho e segurança que só você me traz.




Nenhum comentário:

Postar um comentário