terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Como um vício

Já é meia-noite,e  não consigo dormir.
Meus pensamentos me consomem,e me pego pensando em ti toda hora.
Passo  a noite sem dormir,pois se fecho os olhos,nossas memórias insistem em aparecer.
Você    é como meu vício,tento te apagar,mas parece impossível.
A cada vez que pisco,sinto que você aparece.
Estou assim por causa de você,mas não consigo te odiar.
mais um copo de café,mais uma tentativa de dormir.Mas,continuo a lembrar de ti.
Já é quase dia,e ainda estou aqui.
De repente,te vejo na janela,trazendo todas as suas malas e com lágrimas em seu rosto.
imediatamente,saio correndo em sua direção para te abraçar fortemente e dizer;
        -Não vá embora,Eu te amo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário